sexta-feira, 4 de julho de 2014

Madrugada

Silêncios estatelados
Esquálida alma
Desarvorado degredo

Nenhum comentário:

Postar um comentário