quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Flutua

Com feitos olhos
Fez vista grossa ao Engenho.
- "Estamos dispersos", dizia.
Corações cheios de primavera...
Entoando cantos de paz
Enquanto andorinhas zarpavam...
Voo distante,
Tilintar oscilante...
"Estamos dispersos", dizia.
Mãos dadas
Entre Atos;
Desatino de amor,
predestinados...

(   )

Insira mais um instante
Estante
Na foto, (o) caso:
Entrelace-lhes
Como antes,
Sempre,
Nunca antes.
É esse o caminho:
Nenhum navio circunscreve
Como a jangada o faz
À deriva dos despertos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário