quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Annus Vertere


Quebra-me, queda d'água:
"Nem tudo são cachoeiras"
Mas você é, também,
Aquela parte do caminho
"Não se vê o que não há dentro"
Sei...
"Você é tudo isso, já - 
E pode sê-lo agora...
E sempre...
De olhos fechados ou não"
Chove. Guarda-chuvas.
Apátridas...

2 comentários: