sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Diverticulite



Coada, escoaram-me pra cá
Muros altos, sacada ainda mais
Silêncio invaginado num riso
Sem corpo, sem gesto, com eco
Você que tem acesso às masmorras
(Tão minhas), mas não quer tirar-me
Trazer à tona do meu cabideiro
As velhas roupas, aqueles trapos
Os farrapos em cujas lembranças
Farroupilhas fizemo-nus...

Nenhum comentário:

Postar um comentário